segunda-feira, 30 de março de 2009

Lamentável!

É de se lamentar que o jornal O Globo persevere nas suas atitudes antidemocráticas e na fabricação de reportagens para atingir a memória de Leonel Brizola. A manifestação de O Globo é covarde, irresponsável e jornalisticamente viciada, mesmo porque as organizações Globo apoiaram a ditadura, se locupletaram com suas benesses e foram extremamente beneficiadas por ela.
É inaceitável o abuso e a apropriação indébita que O Globo faz da liberdade de imprensa em nosso país. É absurdo o modo como tergiversa, distorce e desinforma. É infame a maneira como dispõe e joga com os fatos e os acontecimentos.
Brizola marcou toda a sua vida e a sua trajetória política pela honradez, fidelidade e compromisso profundo com o trabalhismo e com as causas históricas da nação brasileira. Brizola está muito acima da pequenez jornalística e editorial de O Globo.
As matérias publicadas pelo jornal acabam por representar o maior atestado de ilegitimidade de um órgão de imprensa que insiste em ser o paladino da democracia, sem ter a menor autoridade para isso.
Estamos convencidos que os leitores de O Globo saberão compreender, julgar e condenar os propósitos inconfessáveis dos corruptos e falsificadores de sempre.

Deputado Paulo Ramos, líder do PDT
na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de janeiro

sexta-feira, 27 de março de 2009

O dep. Paulo Ramos (quarto da esq. para a dir.) participou de solenidade em Petrópolis, promovida pela Câmara de Vereadores do município, em 13/3/2009.

Deputado Paulo Ramos preside audiência pública em defesa de trabalhadores sem-teto.
(27/3/2009)

quinta-feira, 26 de março de 2009

Homenagem ao ex-deputado e ex-líder metalúrgico Juarez Antunes


O deputado Paulo Ramos, líder do PDT e presidente da Comissão de Trabalho da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, entregará o título Benemérito do Estado do Rio de janeiro, em caráter post-mortem, ao ex-deputado constituinte e ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Volta Redonda e Região Sul Fluminense, Juarez Antunes, na passagem dos 20 anos de sua morte.

A solenidade será na Câmara Municipal de Volta Redonda, dia 03 de abril de 2009, às 18 horas. Estão convidados amigos, sindicalistas e parlamentares, além do ministro do trabalho, Carlos Lupi, presidente licenciado do PDT, partido ao qual Antunes era filiado.

O deputado Paulo Ramos avalia que Juarez Antunes foi um dos grandes líderes sindicais brasileiros e o mais significativo líder trabalhista no Sul Fluminense:

- Grande sindicalista, líder em Volta Redonda, presidente do sindicato, deputado constituinte, prefeito, Juarez Antunes foi um dos grandes de nosso partido, o PDT. Sua morte significou perda irreparável para a classe trabalhadora. Penso que se ainda estivesse vivo, estaria na luta contra as demissões, e teria sido um grande combatente contra a privatização da CSN, concluiu o pedetista.


Solenidade:
Dia 03 de abril de 2009
!8 horas
Câmara Municipal de Volta Redonda – Av. Lucas Evangelista, 511


mais:

26/03/09 - Ex-deputado Lysâneas Maciel será homenageado na Alerj, no dia 01/04/09


O livro editado pela Câmara de Deputados sobre a vida e a atividade política do ex-deputado federal e ex-vereador Lysâneas Maciel, de autoria da jornalista Hebe Guimarães, será lançado no Rio de Janeiro, no próximo dia 3 de abril, no Saguão Presidente Vargas do Palácio Tiradentes, na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro.

O Lançamento será também uma homenagem do mundo político fluminense ao ex-parlamentar por sua participação na luta contra a ditadura militar, implantada em 1964, e pela conquista das liberdades democráticas no Brasil.

A sessão solene é promovida pelo deputado Paulo Ramos, líder do PDT na Alerj, que foi deputado constituinte junto com Lysâneas. O ex-deputado morreu em seis de dezembro de 1999 e o lançamento do livro faz parte das homenagens pela passagem dos 10 anos de sua morte.

O líder do PDT considera Lysâneas Maciel um dos maiores símbolos da resistência e da luta do povo brasileiro contra a ditadura:

- Lysâneas não se curvou, não se intimidou e simboliza a resistência contra os golpistas de 64. Agiu com desassombro em todos os momentos. É nossa obrigação manter vivo o nome de quem tanto lutou pelo povo do Brasil e do nosso Rio de Janeiro, afirmou o pedetista.


Sessão solene
1º de abril de 2009
18h30m
Saguão Presidente Vargas do Palácio Tiradentes, Alerj
mais:

26/03/09 - O deputado Paulo Ramos convida para solenidade nessa 27/03/09. Homenagem a Abdias Nascimento, Caó, Idialeda Salgado e Mãe Edelzuita.

quarta-feira, 25 de março de 2009

Leia o artigo do deputado Paulo Ramos: A Culpa pela insegurança é do Governo

http://www.deputadopauloramos.com.br/

25/03/2009 - DETENTOS NÃO PODERÃO SER CLASSIFICADOS POR FACÇÕES CRIMINOSAS


Agora é lei: Os detentos conduzidos às casas de custódias e detenção não poderão mais ser submetidos a classificação por facções criminosas. A determinação é da lei 5.415/09, promulgada pelo presidente da Assembléia Legislativa do Rio, deputado Jorge Picciani (PMDB), e publicada no Diário Oficial do Poder Legislativo desta terça-feira (24/03). Proposta pelo deputado Paulo Ramos (PDT), a norma prevê que a classificação dos detentos seja realizada apenas sob os critérios definidos na Lei de Execução Penal (LER). “A propositura tem por finalidade se fazer cumprir a LEP, onde o preso somente pode ser classificado segundo seus antecedentes e personalidade, garantindo a integridade daqueles que cometeram pequenos delitos e não são de alta periculosidade, ratificando a responsabilidade do Estado perante os detentos”, explicou o pedetista.A lei entra em vigor nesta terça, data de sua publicação.

24/03/2009 - Paulo Ramos recebe diretores do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Rio de Janeiro



O Líder do PDT e presidente da Comissão de Trabalho da Alerj, deputado Paulo Ramos, recebeu, nessa terça-feira, os diretores do sindicato para discutir o trabalho dos jornalistas no Rio de Janeiro e o situação sindical no interior. A diretoria, que tomou posse no início do ano, está fortalecendo sua atuação, aumentando o número de sindicalizados e buscando conquistar a unidade da categoria no interior do estado.Paulo Ramos colocou o mandato à disposição dos sindicalistas, garantiu apoio às questões trabalhistas e à luta pela unicidade sindical. De acordo com o líder pedetista, "a Comissão de Trabalho é um espaço que os sindicalistas podem, e devem, utilizar para promover as suas lutas e a sua organização. O Sindicato dos Jornalistas do Estado do Rio de Janeiro tem o meu apoio e a minha solidariedade. Estamos juntos na luta pela unidade dos jornalistas do interior em torno do sindicato".(Na foto, da esq. para a dir., Fernando Paulino, diretor; Ernesto Vianna, presidente; Ruth Ferreira, diretora; Paulo Ramos e Álvaro Britto, diretor)